Light, Camera, Action!

Num sábado a noite, quando não se tem exatamente nada pra fazer além de ficar mudando de canais na televisão, uma boa sugestão é assistir a um filme. Mas você está cansado daquele filminho de ação que passa todos os dias, ou aquele de ficção cientifica que te obrigam a assistir? Então vou te indicar uns filmes que eu realmente amo, tanto por serem clássicos (totalmente clássicos) quanto por representarem grandes obras na história do cinema.

                                                                   
                                                                Breakfast at Tiffany's

Quem nunca viu um retrato de Audrey Herpburn? Uma das melhores atrizes do cinema mundial de alguns anos atrás. Audrey estrelou vários filmes, mas um dos que mais me chamaram atenção naquele gênero mocinha-mocinho foi o Breakfast at tiffany's. Por mostrar a imagem de uma mulher já criando sua independência  e seu descaso com a vida abtual que a época lhe proporcionava.

Breakfast at Tiffany's ( Bonequinha de Luxo) é um filme estadunidense de 1961, de gênero comédia e drama, dirigido por Blake Edwards, cujo roteiro fora adaptado por George Axelrod do livro homônimo, do autor Truman Capote, e estrelado por Audrey Hepburn. O clássico, que retrata a vida de Holly Golightly, uma socialite, recebeu cinco indicações ao Oscar de 1962 e venceu em duas categorias: melhor canção original e melhor trilha sonora.

Outro filme que é bem no estilo clássico, e também estrelado por Audrey Hepburn é o 'Roman Holiday'.


Roman Holiday
 ( A princesa e o plebeu) é um filme estadunidense de 1953, do gênero comédia romântica, dirigido por William Wyler e com roteiro baseado em história de Dalton Trumbo.
Uma princesa entediada resolve se divertir anonimamente em Roma. Lá, ela acaba se envolvendo com um repórter que, inicialmente, pretende se aproveitar da situação para dar um "furo de reportagem" mas, posteriormente, se apaixona pela jovem e resolve preservá-la.


The Sound of Music ou 'A noviça rebelde' é um filme norte-americano de 1965, o filme conta a história verídica da família de cantores Von Trapp, mostrando desde os dias da então noviça 'Maria' (que antes de se tornar 'Von Trapp' tinha como sobrenome 'Kutscher') num convento em Salzburgo, Áustria, até o momento em que a família foge do país quando este é ocupado pelos nazistas, que estão prestes a prepararem o Anschluss.
Maria, que não consegue seguir as rígidas normas de conduta das religiosas, é enviada para trabalhar como governanta das 7 crianças filhos do 'Capitão Georg von Trapp'; este é viúvo, e desde a morte de sua esposa educa os filhos com rigor militar.


Schloss Leopoldskron, em Salzburgo, onde decorre parte da acção do filme.
A chegada de Maria modifica drasticamente a vida da família ao trazer alegria e conquistar o carinho e o respeito das crianças. No início ela enfrenta alguns problemas com o Capitão, mas este acaba desenvolvendo um grande afeto pela jovem ao ver que ela conseguiu fazer o que nenhuma outra governanta havia antes feito pelas crianças. Eles acabam se apaixonando, e o capitão, antes comprometido com 'Elsa Schraeder', uma rica baronesa de Viena, rompe o noivado para poder se casar com Maria.
Porém, daí para frente, nem tudo na vida da família será tão fácil assim, pois quando os nazistas dominam a Áustria, o capitão é convocado para servir na marinha alemã. A família decide, então, fugir de carro através da fronteira. Mas as fronteiras são fechadas e eles se vêem obrigados a caminharem pelas montanhas. Numa das mais emocionantes sequências do cinema, embalada pela canção Climb Ev'ry Mountain, o filme termina com a família nas montanhas, mostrando a importância de viver em família, um ajudando ao outro.
Foi rodado principalmente em locações em Salzburgo, na Áustria, e na região da Baviera, na Alemanha. O filme ganhou o Oscar de melhor filme em 1966, e é um dos musicais mais populares já produzidos. O álbum com a trilha sonora foi nomeado ao Grammy de melhor álbum do ano. Foi escolhido pela Biblioteca do Congresso dos Estados Unidos para ser preservado no Registro Nacional de Filmes em 2001, e sempre está presente nas listas dos melhores filmes já feitos, como as do American Film Institute.



Some Like It Hot (Quanto mais Quente Melhor) é um filme estadunidense de 1959, do gênero comédia musical, dirigo por Billy Wilder, e estrelado por Marilyn Monroe. A diva das divas do  nosso cinema não poderia ficar de fora! Some like it hot é um dos muitos filmes que Marilyn estrelou. Ele conta a história de dois músicos, Jerry e Joe, que presenciam o Massacre de São Valentim, e para escapar dos problemas, se vestem de mulheres e entram para uma banda só de garotas, o que os traz mais problemas ainda!







(Casablanca) Durante a Segunda Guerra Mundial, muitos fugitivos tentavam escapar dos nazistas por uma rota que passava pela cidade de Casablanca. O exilado americano Rick Blaine (Humphrey Bogart) encontrou refúgio na cidade, dirigindo uma das principais casas noturnas da região. Clandestinamente, tentando despistar o Capitão Renault (Claude Rains), ele ajuda refugiados, possibilitando que eles fujam para os Estados Unidos. Quando um casal pede sua ajuda para deixar o país, ele reencontra uma grande paixão do passado, a bela Ilsa (Ingrid Bergman). Este amor vai encontrar uma nova vida e eles vão lutar para fugir juntos
Considerado como um dos maiores filmes da história do cinema americano, ganhou vários Oscar da Academia, incluindo o de melhor filme em 1943 . Casablanca teve uma grande estréia, mas não espetacular, entretanto, ganhou popularidade com o passar do tempo e esteve sempre nas listas dos dez melhores filmes. A crítica elogiou a performance carismática de Bogart e Bergman e a química entre eles, junto à profundidade das caracterizações , a intensidade da direção , a sagacidade do roteiro e do impacto emocional do trabalho como um todo.
                                                                        




Espero que tenham gostado!
Gabrielle Almeida

0 comentários:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...  

Oi! :)

Oi! :)
Essa história de que um blog precisa ter um assunto só e ter uma dona só é ultrapassada. O bom mesmo é se expressar, inovar, e fazer as pessoas se identificarem! Isso é o que pretendemos escrevendo este blog pra vocês. Gabrielle Almeida; 18, Ciencias Sociais. Kamila Cavalcante;18, Jornalismo. Ylla Biavatti, 18, Medicina Veterinária. Todas de Manaus - AM, postando diariamente assuntos totalmente desritmados! :)

Translate

Rádio Carapanã

Mais lidas!

Ocorreu um erro neste gadget
Desritmadas -

Vem também!

Parceiros